Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

riscos_e_rabiscos

.

.

Monday.

 

As segundas-feiras deviam ser abolidas da semana. Ponto final. Podiam transformá-las em mais um dia do fim-de-semana (decerto ninguém se importaria), num feriado semanal, ou noutra coisa qualquer… mas que devia ser um dia a ser suprimido, devia!

 

Acordei a sentir-me um zombie, depois de uma noite de insónia terrível. Tive esperança que o despertador tivesse adormecido mas, como sempre, foi pontual e estridente.

Quando coloquei um pé fora da porta de casa, levei com uns salpicos em cima. “Mau, chuva não dá muito jeito”, sussurrei aos meus botões enquanto olhava os céus, para ver se algum deus se encontrava por lá para meter a cunha ao São Pedro.

 

Após engolir o meu café-despertador matinal, entrei no colégio para organizar os putos e arrumar as tralhas. Nem sonhava eu o que iria acontecer.

Já todas as crianças estavam a postos e impacientes para se enfiar no autocarro e ir para a beach e autocarro… nada!

 

Os autocarros das outras turmas partiram todos contentes cheios de agitação enquanto nós… nos sentámos nas escadas da entrada com os olhos postos no fundo da rua, desejando fervorosamente que viesse. Depois do pedido de desculpas e da justificação de se ter “perdido”, lá partimos nós com 1 hora de atraso, profes e auxiliares furibundas e putos endiabrados. Até uma menina do 1º ano me disse “ó teacher os senhores deviam ser mais responsáveis e deviam chegar a horas”. Glup!

 

A água do mar estava terrivelmente fria e com fortes ondas. Tantinho que eu gosto de água mas hoje parecia que estávamos a entrar numa arca congeladora. Sinceramente, até me senti uma dourada congelada. Brrr!

 

Chegada a hora de regressar, enfiámo-nos nos autocarros rumo a Lisboa. Ao subir em direcção aos céus, que é como quem diz ao convento, não é que saltou uma roda de um “#$)%/”#/% de um jipe, o que provocou uma paragem geral do trânsito nos dois sentidos?! E a polícia? Qual polícia?! O que é isso?! Ah, devem ter sido uns senhores que pararam lá mas como não tinham sido chamados para o evento, rabiscaram qualquer coisa numa folhitas e deram de frosques…

 

Resultado: uma hora de espera, dois “pilotos” (segundo um menino do 1º ano, lol!) mal-encarados, 2 profes e 2 auxiliares desesperadas e resmas de crianças aflitas para verter águas e aconchegar o estômago.

 

Para terminar o dia maravilhoso, mesmo ao chegar a casa, levei com um “bafo sovacal” capaz de exterminar o pior dos monstros alienígenas. Consegui manter-me consciente até chegar a casa nem sei como.

 

Valia a pena ou não eliminar esta segunda-feira?!

 

9 comentários

Comentar post